Anna Liz
Sou feita de retalhos. Pedacinhos coloridos de cada vida que passa pela minha e que vou costurando n
Textos
A POESIA QUE INVENTEI
para enfrentar os monstros
me reinventei na poesia
preenchi as lacunas
com versos

sou um vazio gramático
meus olhos arroxeados
meu peito hemorrágico
esse abismo em meu ventre
esse beco pouco iluminado

a trava na garganta
conta uma história...
e nessa folha rabiscada
escancaro meu coração
revelo outra identidade

eu nunca pude chorar

agora sei:
poema é o meu choro
Anna Liz
Enviado por Anna Liz em 22/05/2020
Alterado em 19/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras